Always Believe '

Acredite em seus sonhos!

12.430 notas

Bonito é um sorriso encharcado de lágrima, gostosa é uma risada alta no meio de uma conversa boba, no meio da rua. Lindos são os olhares que se leem sozinhos, sem precisar legenda. Perfeitos são os dias simples na companhia de gente que sabe despertar na gente a vontade de viver. Bonito é ver que a chuva cai sempre de cima pra baixo e que as nossas preces evaporam daqui de baixo lá pro alto, para onde há quem olhe por nós e dite as leis simples do universo como o nascer do sol na hora certa, o nascer de alguém na hora devida e os minutos exatos da permanência de cada um. Lindo é o coração de quem perdoa e tem capacidade de pedir perdão. Perfeita é essa nossa capacidade de amar tanta gente, de formas tão diferentes. Mas, se tem algo que eu ache bonito mesmo é acreditar… em si, em Deus, na vida.
rio-doce   (via recuperarte)

(Fonte: rio-doce, via maredepazz)

41.201 notas

Invés de ficar, por exemplo, assim sentado “ah, mas eu não consigo nada, mas é tudo tão difícil.” Difícil vírgula. Se você tá afim de fazer alguma coisa, você faz, entendeu? Não tem essa de que ta difícil. Por mais difícil que seja.
Renato Russo.   (via romantizar)

(Fonte: permettere, via romantizar)

2.349 notas

Eu cuidei de você, me entreguei. Fiz coisas por você que eu não faria por mais ninguém. Eu deixei todo mundo porque eu achava que você era o suficiente. Eu te amei mais do que podia. Eu tentei ser o melhor que pude, pra você. Tentei fazer de tudo pra te agradar, fiz o possível e o impossível, pra depois você ir embora como se nada tivesse acontecido. Como se eu, meu amor e as coisas que fiz, não significassem nada pra você.
Cartas de um coração morto.  (via dinamitosa)

(Fonte: desvalorizavel, via maredepazz)

117 notas

Eu me arrependi. Sei que é tarde e que outro otário ja tomou meu lugar. Sei que fui um imbecil. Hoje eu te vi sorrindo pra ele, e, porra, amor, doeu muito. Eu senti um aperto no peito muito grande e uma vontade de agarrar seu braço, com força mesmo, e te pedir pra deixar de ser idiota e voltar pra mim, que mesmo todo errado, eu ainda sei te fazer feliz. Porque eu sempre fui assim: meio torto e meio seu. Você sempre gostou, apesar de reclamar. Você sempre disso que eu era o seu idiota predileto e aquilo era elogio pra mim. Poxa, menina, você era tão minha. Parece que a vida te fez mais madura. Com ele você não sorri abobada, com as bochechas rosadas e a franja cobrindo o olho esquerdo. Com ele você parece mulher. Continua linda, mas eu preferia a minha menina. Ele não usa moletons grandes como os meus. Me diz… Como é que você se esquenta nas noites frias? Eu te esquentava. Os meus braços e os meus casacos te esquentavam. Até a fumaça do meu cigarro te esquentava, ao mesmo tempo que te irritava. Ele é todo certinho, não tem cara de quem fala palavrão. Ele não é para você. Eu sou para você. Eu sou seu. Eu queria te dizer que estou completamente arrependido de ter sido aquele ogro por mais de dois anos. Eu queria que você me desculpasse pelos gritos e pelos silêncios. Eu queria que você me desculpasse pelas vezes que te deixei falando sozinha e fui para a gandaia. Eu queria que você me desculpasse por eu ter te pedido para sumir da minha vida. Porra, eu não achei que você fosse me obedecer. Juro que aprendi, já pode voltar. Eu juro que amansei, pode vir, eu sou teu homem e continuo sendo teu menino. Eu juro que eu vou arrumar sua cama e pentear seu cabelo, daquele jeito que você me pediu dengosa e eu me recusei aos gritos. Desculpe-me pela grosseria e pela falta de modos. Desculpe-me por ter achado que você nunca desistiria de mim. Eu te fiz sofrer. Mas eu mudei. Sua ausência me mudou completamente. Eu me lembro daquele 17 de Fevereiro em que brigamos e eu te deixei ir embora a pé, sozinha e na chuva. Eu não sei como pude ser tão idiota contigo. O pior é que você insistiu. Foram dois anos de insistência da sua parte e eu não movi uma palha se quer para que déssemos certo. Eu não me esforcei em momento nenhum porque eu sabia que você se desdobraria em quinze, se necessário, para lutar por nós dois. Eu me acomodei, confesso. Mas te quero de volta. Talvez eu nem tenha o direito de te pedir perdão ou uma reconciliação, mas eu já não estou mais aguentando. Todos os meus amigos têm me falado que você está linda e com o cabelo muito bem arrumado. Eles te elogiam para mim, como se nem ciúmes eu fosse sentir. Eu me lembro de quando eles te achavam esquisita por causa dos seus shorts rasgados e das suas camisetas de banda. Mas, eu nunca liguei. Eu te amava daquele jeito, toda moleca e toda minha. Agora você parece ter 19 anos, e não os 16 que realmente tem. E continua linda. Eu não sei qual seu dom, mas quando você sorri, o mundo todo para. No caso, o meu mundo para. Amor, eu fui sim um imbecil e sei que arrependimento não serve para nada. Mas eu chorei. Caralho, eu chorei por você e nem a vodka me acalmou. Nem meus filmes de luta, meu cigarro, e aquelas mulheres de rua me acalmaram. Eu chorei incontáveis noites depois que você partiu. E eu sei que, caso eu te diga tudo isso, você dirá que só estou pagando pelo mal que te fiz, pois você também chorou incontáveis noites. E o pior: você chora ali, bem do outro lado da cama e eu não fazia nada. Nem a mão no seu cabelo eu passava. Mas eu mudei e agora não quero mais farra. Eu quero você, mesmo que seja difícil de acreditar. E você pode falar o que quiser, sei que no fundo você ainda me quer. Porque esse garoto não te deixa como eu. Esse garoto não te deixa sorrindo á toa como eu. Talvez ele até seja bonitinho e educado. Mas eu sou teu homem e nós dois sabemos disso. Eu sou aquilo que mais te agrada e mais te intriga. Eu sou o mistério que você mais sonhou em desvendar. Então, volta pra mim. Agora, amanhã de manhã ou final de semana que vem, sei lá, só volta. Tô precisando do seu cafuné e do seu beijo. Tô precisando muito de você, amor.” (Daquele que só deu valor quando perdeu).
(via p0etizarei)

(Fonte: extope, via divergindo-me)

1.260 notas

Tudo tem limite, vou aguentando até onde eu achar que vale a pena mas em algum momento eu vou cansar de ser decepcionada e quando eu estiver esgotada não voltarei atrás então te aconselho a fazer algo de útil enquanto há tempo.
Desajustou.    (via correcoes)

(Fonte: desajustou, via maredepazz)

23.264 notas

Ok, não vou mentir, tenho sentimentos de amor por você. Mas estou deixando de alimentá-los. Um dia eles morrem. É assim, tudo que não gera felicidade, degenera, morre na impermanência. Nem pra sempre, nem nunca mais.
Gabito Nunes.  (via icanfixyou)

(via maredepazz)